Entenda mais sobre nomes comerciais fictícios e como obter um

Posts

Um nome comercial fictício (nome fantasia) permite que você faça negócios legalmente com um nome específico com um custo mínimo e sem ter que criar uma entidade comercial inteiramente nova. Você pode aceitar pagamentos, anunciar e, de outra forma, apresentar-se sob esse nome. Na verdade, pode ser considerado fraude se você apresentar sua empresa sob um nome diferente do seu nome legal adequado, sem notificação adequada.

Felizmente, não há muita desculpa para não apresentar um nome comercial fictício porque isso é possível.

Você deve arquivar um nome fictício?

Um nome fictício permite que um único proprietário use um nome comercial diferente do seu nome pessoal. Você pode usar seu nome completo ou parte do seu nome, além de uma descrição do seu produto ou serviço. Você pode fazer negócios como, Helena Interior Design ou João Mendes Advogados. As regras exatas variam de país para país, portanto, verifique com a autoridade reguladora comercial do país em que você deseja fazer negócio.

Se o nome implica que mais de um proprietário ou indivíduo está envolvido, por exemplo, Lucas & Anderson Advogados, ou se você quiser usar seu primeiro nome, você normalmente deve arquivar um nome fictício.

O que um nome comercial fictício deixa você fazer?

Um nome fictício permite que você use um nome comercial típico sem criar uma entidade legal formal, como uma corporação, parceria ou sociedade.

Você pode até abrir uma conta corrente de negócios e obter uma listagem de telefone comercial para o nome escolhido. Esta é a maneira menos dispendiosa de fazer negócios legalmente sob um nome comercial.

Um nome assumido também permite que uma única entidade jurídica, como uma corporação opere várias empresas sem criar uma entidade legal para cada empresa.

Como você obtém um nome comercial fictício?

Você pode registrar seu nome fictício em secretarias de estado junto a política institucional de empresas relativa a cada país. Aqui no Brasil, o processo geralmente é bastante simples: você faz uma pesquisa no banco de dados fornecido para se certificar de que o nome não está em uso, então você pode enviar um formulário simples. Para mais informações, o Sebrae disponibiliza uma consultoria para tratar deste tipo de questão