Porque ser empreendedor

Posts

Devido ao atual cenário em que o Brasil se encontra hoje passando por uma crise financeira de precedentes históricos, com seu Risco Pais (EMBI+) acima do esperado e com a alta taxa de desemprego em todo o pais, a ideia de empreendedorismo como uma estratégia a curto, médio e longo prazo na alavancagem da economia se faz muito viável. Comparado a uma Fênix que renasce do fogo, o empreendedorismo tornou-se uma das saídas para sanar a crise financeira que assola em grande parte.

Na verdade, o empreendedorismo sempre foi uma opção viável e sempre teve grande importância para a economia de qualquer pais ou região, sendo uma das principais fontes de renda e responsável pela sobrevivência de muitas famílias, como por exemplo as famílias ribeirinhas, que sobrevivem da pesca e do artesanato sem muitas opções de emprego nas regiões em que habitam, os camelôs que vendem seus produtos legalizados ou não e constituem renda familiar. Outro grande exemplo é esse texto que esta sendo redigido e que irá gerar renda. A ideia de empreender um negócio mesmo que de maneira informal, já acontece cada vez mais e é responsável por uma grande liquidez financeira em todo o pais.

O empreendedorismo com certeza é a salvação e a resposta para o país levantar-se devido a crise.

A ideia é que novas empresas surjam em meio ao atual senário devastador oferecendo novas oportunidades de mão de obra qualificada ou não, podendo também terceirizar outras empresas e assim mais vagas de emprego serem criadas.
Levando em consideração a dificuldade de um novo empresário surgir no mercado devido ao atual senário, tantas restrições burocráticas, a falta de capital de giro e a falta de incentivos do governo com mais subsídios, o empreendedorismo acaba se tornando mais arriscado e difícil. Ótimos projetos que poderiam sair do papel e serem implantados para o ganho da sociedade acabam ficando engavetados.

Com tudo, existem cada vez mais pessoas se refugiando em pequenos negócios que a cada dia nascem e trazem consigo esperança de dias melhores. Não recuar devido a tantas dificuldades é sem duvidas uma grande virtude. Um dos maiores exemplos a serem citados é o da luta diária que muitos profissionais empreendedores travam para seguir com seus próprios sonhos, o músico, o confeiteiro, o carpinteiro, o escritor, o pintor e tantos outros. É conquistar a cada dia seu direito ao Sol e saber que ele brilha para todos.
Ser empreendedor é ser dono do seu próprio êxito ou fracasso, depender de seus próprios resultados e de suas próprias pernas para andar. Para todos os empresários que sobreviverem a essa fase de provações, pode se dizer que um paraíso de oportunidades e negócios os aguardam quando o “furacão” passar.

Saiba mais:
5 vantagens do empreendedorismo em época de crise
Quando a crise faz o empreendedor