Pesquisa revela que a maioria das estratégias de uma empresa ficam no papel

Posts

Quando o tema é negócios, costumamos ouvir que para uma empresa alcançar o sucesso ela precisa traçar estratégias. Contudo, uma nova pesquisa feita com empresários revelou que a maioria das estratégias acabam ficando apenas no papel, ou em um slide do PowerPoint, como conta o chefe de estratégia da empresa de mineração Rio Tinto, Peter Toth: “Uma estratégia pode parecer boa em um slide do PowerPoint, mas é apenas tão boa quanto sua execução”.

A empresa de mineração britânica também participou da pesquisa realizada e divulgada pela categoria de inteligência que corresponde ao The Economist. Dentre os dados apontados pela pesquisa, o que mais chamou a atenção foi que 90% dos executivos de grandes empresas do mundo todo admitem que nem todas as estratégias traçadas são utilizadas na empresa.

Para o estudo, os pesquisadores ouviram um total de 500 executivos que tinham cada um faturamento anual de pelo menos US$ 1 bilhão. Os entrevistados estavam espalhados por diversas regiões do mundo. Os resultados do estudo apontaram que, em uma média, 20% das empresas não conseguem colocar as estratégias traçadas em prática por causa de falhas que acontecem no processo de implementar uma ideia.

O CEO da empresa de telecomunicações Safaricom da África Oriental, Bob Collymore, disse sobre as estratégias empresariais: “Se você não conseguir a implementação certa, tudo o que você está fazendo é desenvolver documentos”.

Outro fato reconhecido pelos executivos entrevistados é que a falha em colocar em prática as estratégias pode causar problemas e desvantagens para a empresa. Cerca de 53% dos executivos que responderam à pesquisa alegaram reconhecer esse fato.

A pesquisa ainda interrogou os executivos sobre os motivos que levam a falha da implementação das ideias traçadas na sala de reunião. Segundo os dados apontados pela pesquisa, as atitudes culturais dentro da empresa representam um total de 24% dos motivos mais citados. O segundo motivo mais citado foi o mal gerenciamento ou falta de recursos com um total de 22%. E o terceiro motivo considerado pelos entrevistados foi a falta de agilidade, citado por 21% dos entrevistados.

Em relação a mudança desse cenário dentro das empresas, 24% dos entrevistados citaram que uma maior cooperação entre o estrategista e quem implementa as estratégias